RAFAELLA CURIEL  A Rainha da Alta-Costura Italiana

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Curiel Couture

Não constitui novidade para os nossos leitores mais atentos que entre a direcção desta revista e Rafaella Curiel existe uma admiração mútua. Rafaella adora a Moda & Moda e escreve com admiração pela seriedade do nosso trabalho, pela interpretação real que fazemos da moda actual sem virarmos as costas ao passado, onde estão as grandes linhas mestras, e nós escrevemos da sua colecção sempre rendidos ao talento desta grande senhora que abandonou a medicina para continuar a obra da sua mãe e que já tem na filha a sua seguidora.

 

Personalidades com o talento de Raffaela Curiel que não se poupa a esforços de levar a sua arte às grandes figuras de Inglaterra, da Ásia, de todo o mundo, onde cada senhora sabe apreciar o que tem criatividade e é executado com os melhores tecidos que se fabricam no mundo, já não há muitas.Não tenho nenhum vestido de Raffaela Curiel. Sei que fez algumas peças de vestuário para a nossa amiga comum, a saudosa Drª. Maria Barroso que a convidou para vir a Portugal desfilar a sua colecção no Palácio da Ajuda. Bons tempos!

 

Tenho uma amiga que tem alguns modelos seus e dois deles de perder a cabeça.

 

Rafaella Curiel habita numa casa muito bonita onde tem um belo jardim, o mesmo que foi o seu motivo de inspiração para a ALTA MODA Primavera/Verão 2016, este mesmo, de muitas confusões, tantas que nos procuramos alhear e seguir o nosso caminho: este! Este que é mostrar o que de melhor existe no mundo. Este que nos permite sonhar com os olhos bem abertos e ver a beleza dos “tailleurs” desta grande dama que valoriza o forro dos casacos, sempre harmonizados com as blusas… Ah! Mas para chegar aqui é preciso ter vivido muito, ter grande berço e frequentar, assiduamente, palácios sumptuosos onde não há lugar para uma nota discordante.

 

Nas colecções de Rafaella há manhã, tarde,”cocktail” e noite.

 

Hoje, é frequente ver os costureiros que apresentam a Alta-Costura em Paris, confundirem a tarde com a noite e esquecerem-se das manhãs.

 

Mas, graças a Deus, ainda existem algumas excepções, com grande destaque para Karl Lagerfeld que tem um sentido da vida muito mais esclarecido.

 

Voltando à nossa italiana preferida, hoje apenas apresentamos os “tailleurs” que dão para várias ocasiões e alguns vestidos que servem para ir almoçar com uma amiga e outros que estão indicados para os “cocktails”.Para a próxima vez, apresentaremos os vestidos de noite. Queremos emocionar as nossas fiéis leitoras com o que de melhor existe.

 

Os modelos que apresentamos são uma parte da colecção denominada “Il mio giardino”. O seu jardim, visto ao despontar da aurora, flores em relevo nas rendas das blusas. O seu jardim com flores de recortes enigmáticos que se respiram. O seu jardim que inspira poemas em sons de seda e aromas e seivas de corações glorificados.

 

Brava Rafaella!

Marionela Gusmão

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon