TOUCADOS - SÉC. XXI

Jean-Paul Gaultier, nasceu em 1952, na periferia de Paris, mas cedo se inspirou nos grandes costureiros como Cardin e Yves Saint-Laurent.

Em 1971, Jean-Paul Gaultier depois de ter passado pela “escola” de Cardin, muda-se para trabalhar com Jacques Esterel. Rapidamente entra na casa de Jean Patou e em 1974, regressa de novo à equipa de Pierre Cardin.

Apesar de André Putman se ter interessado por um “maillot” de banho criado por Gaultier, os sonhos do “enfant terrible” parisiense não passavam por aí.

A sua ideia fixa era realizar uma colecção, sonho que conseguiu produzir em 1976.

O “slogan” em que, ainda hoje, baseia as suas colecções, é: “ la mode pour la vie”.

E no seu percurso de trabalho, que neste ano de 2016 completou 40 anos, sente-se em cada modelo uma jovialidade imbatível, pois já há muito virou às costas às experiências “High-tech”, “Dadaismo”… penetrando agora num mundo de sonho que apenas se encontra nas florestas (encantadas?).

Os toucados que protegem do frio remetem-nos para histórias que todos lemos em crianças, povoadas de fadas, lenhadores, meninas pobres e meninas ricas. Quem diria?

Aqui fica o registo do nosso fotógrafo. Quem quiser agasalhar a cabeça tem que descobrir como se faz um toucado que vem da noite dos tempos.

Os materiais são infinitos. Nestes toucados avultam tecido e penas; tricot com efeitos de torcidos; pele de raposa tingida; pele de raposa e penas; penas e renda a harmonizar com o vestido; tecido rígido e folhagem outonal com apontamentos de penugens. Uma beleza!

 

Catarina Bacelar 

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon