Noivas I ​​Rainhas 24 Horas ​​

Jean Paul Gaultier

Jean Paul Gaultier

Jean Paul Gaultier

Jean Paul Gaultier

Renato Balestra

Renato Balestra

Renato Balestra

Renato Balestra

Renato Balestra

Renato Balestra

Rani Zakhem

Rani Zakhem

Rani Zakhem

Giambattista Valli

Giambattista Valli

Giambattista Valli

Georges Hobeika

Georges Hobeika

Georges Hobeika

Zuhair Murad

Elie Saab

Georges Chakra

Georges Chakra

Neste mundo conturbado de ideias e de actos, nesta confusão onde nos metem todos os dias, seja através do trânsito, dos impostos e de outras loucuras que só uma resistente consegue superar, os casamentos com as noivas vestidas a “preceito” é um dos poucos acontecimentos alheio à época conturbada, individualista, que nos cabe viver.

No Verão, as noivas de Santo António, organizadas como se fosse um “show” para inglês ver, vão-se mantendo e não há ninguém que saiba perguntar onde está a fortuna que o Rei D. Manuel I, deixou para as noivas que em nome do Santo mais popular do mundo, que fossem órfãs de pai que tivesse falecido nos mares a caminho dos Descobrimentos. Sabe-se que eram terras que ficavam na outra margem do Tejo, mas alguém já há muito chamou suas.

No tempo do rei D. Manuel, as noivas tinham que ter levado uma vida regrada e casarem por igreja. Agora…? Isso tanto faz!

As modernices e já agora os roubos, contribuíram para a patetice desnecessária daquelas noivas, acompanhadas dos noivos, nas chamadas “tristes figuras”.

As revistas, ditas do coração, dão grandes espaços às noivas da nobreza. Que diabo, todos gostam de ver uma princesa!

Em crianças, tantas histórias ouvimos, que algum desejo ficou no nosso subconsciente.

Ultimamente, tem sido “arregalar o olho” com tantos casamentos de muitos príncipes que nem sabíamos que existiam no Gotha. Eles são os de pequenos países como a Albânia, que ainda há dias fez suspirar as nossas meninas casadoiras, pois com os seus milhões, ficavam mais “notícia” com os brasões. Eles são os príncipes do Mónaco, já na terceira geração, que casam com as meninas milionárias de Itália ou de terras que nem lembram ao diabo, terem uma sogra princesa… Enfim, um somatório de deslumbramentos.

Deslumbradas mesmo, ficámos nós, com as propostas dos vestidos de noiva da Alta-Costura francesa. Vejam! Meditem e pensem senão gostariam de ao menos, por 24 horas, serem rainhas, vestidas com tanta beleza e “glamour”.

Inquirimos as mulheres que trabalham na revista Moda & Moda. Resposta: Sim! Todas, gostavam de casar outra vez e envergar um vestido igual. Evidentemente pelo braço do homem dos seus sonhos.

 

Marionela Gusmão   

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon