75th Annual Golden Globes Awards

Passadeira Vermelha

Entrega dos Globo de Ouro 2016

Entrega de Prémios

Sala de Imprensa

75th Annual Golden Globes Awards

Os Globos de Ouro são as mais importantes distinções entregues, anualmente, aos melhores profissionais do cinema e da televisão dentro e fora dos Estados Unidos. Atribuídos desde 1944 pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood, estes prémios são reconhecidos como uma das maiores honras que um profissional dessas indústrias pode receber, sendo o maior prémio da crítica, já que o Óscar e o Emmy são prémios atribuídos através da avaliação dos respectivos pares. O Globo de Ouro é entregue no início de cada ano, baseando-se nos votos de 93 membros da Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood que são associados com a imprensa exterior dos Estados Unidos. A cerimónia realiza-se desde 1961 no Hotel Beverly Hilton, em Beverly Hills. O canal Sony deteve os direitos de retransmissão da cerimónia de entrega dos prémios até o ano de 2006. Até 1956, os Globos de Ouro eram limitados à arte cinematográfica e a partir daí estenderam-se à área da televisão.

A 75ª edição dos Golden Globe Awards (Globos de Ouro), realizou-se este domingo, no dia 7 de Janeiro, cumprindo fielmente o seu objectivo: premiar o que de melhor se fez em cinema e em televisão.

O evento teve lugar no Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles, e o anfitrião foi Seth Myers que animou mais uma noite de entrega de prémios.

Os globos atribuídos pela Hollywood Foreign Press Association são normalmente uma boa antevisão daquilo que se poderá esperar da cerimónia dos Óscares a 4 de Março de 2018, em relação aos prémios mais importantes do mundo do cinema.

 

Com duros e sentidos discursos, como os de Oprah Winfrey ou Nicole Kidman, mas também com piadas sarcásticas como as do apresentador Seth Meyers, a 75.ª edição dos Globos de Ouro, os prémios de cinema e televisão atribuídos pela Associação de Imprensa Estrangeira de Hollywood (HFPA), ficará para a história não só pelos vencedores, mas pela condenação pública do assédio e abuso sexual de que são alvo as mulheres.

A passadeira vermelha fez antever o que se esperava, com o desfile de numerosos artistas de vestidos e trajes negros a servir de preâmbulo à crítica contra o machismo e abusos sexuais, sustentados pelos movimentos "Me too" ("Eu também") e "Time's Up" ("Acabou-se o tempo") que continuaria durante toda a gala dos Globos de Ouro.

Oprah Winfrey, que recebeu o prémio Cecil B. DeMille, foi uma das que mais directamente se pronunciou contra "os homens poderosos" que durante demasiado tempo dominaram o mundo, para afirmar, de seguida, numa mensagem de esperança, que "o seu tempo chegou ao fim".

A gala teve momentos distintos, incluindo de humor, como um emocionado Guillermo del Toro, que conquistou o prémio de melhor realizador por 'The shape of water', com o mexicano a suplicar mais tempo para o seu discurso: "Baixem a música, rapazes. Precisei de 25 anos (para estar aqui). Deem-me um minuto".

O Globo de Ouro de Melhor Filme Dramático foi atribuído a “Three Billboards Outside Ebbing, Missouri”. O filme tem vindo a reunir elogios junto da crítica, derrubando “The Shape of Water”, “Dunkirk”, “The Post” e “Call Me by Your Name” – um preferido dentro do circuito dos filmes independentes. Com “Three Billboards Outside Ebbing, Missouri”, Frances MacDormand venceu o Globo de Ouro de Melhor Actriz num Drama. Gary Oldman venceu o Globo de Melhor Actor num Drama, pelo filme “Darkest Hour”.

Em relação à comédia, “Lady Bird” obteve o prémio de Melhor Filme de Comédia, atribuído à actriz, Saoirse Ronan. No segmento masculino, James Franco venceu o Globo de Ouro de Melhor Actor de Comédia, com “The Disaster Artist”.

Na televisão: a série “Handmaid’s Tale” foi a grande vencedora da noite, recebendo o Globo de Ouro para Melhor Série Dramática. Elizabeth Moss, que dá vida a June, a atormentada serva, recebeu o Globo de Melhor Actriz num Drama de Televisão. Sterling K. Brown obteve o prémio de Melhor Actor num Drama de Televisão, pela sua actuação em “This is Us”.

Nas comédias de televisão, “The Marvelous Mrs. Maisel” recebeu o prémio de Melhor Série de Comédia. Aziz Ansari foi considerado o Melhor Actor numa Série de Comédia, pelo “Master of None”. A série “Big Little Lies”, na categoria de mini-série, Nicole Kidman ganhou o prémio de Melhor Actriz. Ewan McGregor recebeu o seu primeiro Globo de Ouro para Melhor Actor pela mini-série “Fargo”.

Na nossa opinião não nos parece que a condenação do assédio e abuso sexual tenha que ser feito com as actrizes vestidas de gala e de negro total. Ora, em princípio, os vestidos de gala são sempre elegantes em todas as cores. Aliás, a cor negra, por vezes significa um luto sem esperança, como se fosse um nada, quiçá um silêncio eterno. Não nos aparece que fosse essa a intenção. Parece-nos uma péssima escolha. Podiam manifestar-se com frases de repudio e há vocabulário suficiente para todas as actrizes colocarem em faixas.

Gostámos do espírito de união. Mas… para tão baixo nível dos predadores, achamos pouco!

 

Theresa Bêco de Lobo

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon