The 77th Annual Golden Globes Awards

Sala de Imprensa

Os Golden Globes” são prémios, atribuídos anualmente, aos melhores profissionais do cinema e da televisão dentro e fora dos Estados Unidos. Entregues desde 1944 pela Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood, estes prémios são reconhecidos como uma das maiores honras que um profissional destas indústrias pode receber, sendo o maior prémio da crítica, já que o Óscar e o Emmy são prémios atribuídos através da avaliação dos respectivos pares.

Passadeira Vermelha

Entrega dos Globo de Ouro 2016

Entrega de Prémios

O Golden Globe é atribuído no início de cada ano, baseando-se nos votos de 93 membros da Associação de Correspondentes Estrangeiros de Hollywood que são associados com a imprensa externa dos Estados Unidos. A cerimónia é realizada desde 1961 no Hotel Beverly Hilton, em Beverly Hills. O canal Sony deteve os direitos de retransmissão da cerimónia de entrega dos prémios até ao ano de 2006. Os Golden Globes eram limitados ao cinema até 1956, quando começaram a ser entregues também para a televisão.

A 77ª edição dos Golden Globe Awards, realizou-se este domingo, no dia 5 de Janeiro, com o objectivo de premiar o que de melhor se fez em cinema e em televisão.

O evento teve lugar no Beverly Hilton Hotel, em Los Angeles, com a apresentação do comediante britânico Ricky Gervais.

Trata-se da primeira cerimónia da Award Season. Esta que foi a 77th Annual Golden Globes Awards, contou com alguns dos mais importantes nomes da indústria cinematográfica entre os nomeados, de Margot Robbie a Helen Mirren.

Os Golden Globes atribuídos pela Hollywood Foreign Press Association são normalmente uma boa antevisão daquilo que se poderá esperar da cerimónia dos Oscars que se realizará no próximo dia 9 de Fevereiro de 2020, que constituem, em relação aos prémios, os mais importantes do mundo do cinema.

Tarantino, Sam Mendes e Joaquin Phoenix foram os grandes vencedores da 77ª edição dos Globos de Ouro, entregues na madrugada desta segunda-feira, em Los Angeles.

Numa cerimónia de grandes expectativas, apresentada pela 5ª. vez pelo comediante britânico Ricky Gervais, foram premiadas 25 categorias, divididas entre Cinema e Televisão.

“Era uma Vez… em Hollywood”, de Quentin Tarantino, confirmou o favoritismo e de cinco nomeações venceu três. O filme foi distinguido com o Golden Globe na categoria de Comédia ou Musical, dando ainda a Brad Pitt o prémio de Melhor Actor Secundário em Comédia ou Musical e a Quentin Tarantino o prémio para Melhor Argumento.

O filme “1917”, que estreia em Portugal a 23 de janeiro, venceu o Golden Globe de Melhor Drama e Sam Mendes foi considerado o Melhor Realizador.

“Joker”, de Todd Phillips, deu a Joaquin Phoenix o Globe de Melhor Actor em filme dramático e ainda venceu na categoria de Melhor Banda Sonora Original, premiando a compositora islandesa Hildur Guönadóttir.

Apesar das cinco nomeações, “O Irlandês”, de Martin Scorsese e Al Pacino, não confirmou as expectativas geradas e não venceu qualquer dos Golden Globes.

Na televisão, “Succession”, “Fleabag” e “Chernobyl” foram os grandes premiados. A série “Succession” da HBO recebeu o Globe de Melhor Série Dramática e o protagonista Brian Cox venceu o Globe de Melhor Actor em Série Dramática. Já a mini-série “Chernobyl”, da mesma plataforma de “streaming”, foi considerada a melhor.

A série “Fleabag”, da Amazon Prime, deu à actriz Phoebe Waller-Bridge o Golden Globe de Melhor Actriz em Série de Comédia.

“The Crown” foi a única série da Netflix a receber um prémio. Olivia Colman foi premiada com o Golden Globe de Melhor Actriz em Série Dramática.

Além dos galardoados nas diversas categorias, Tom Hanks e Ellen DeGeneres foram os grandes homenageados da noite pelas carreiras no Cinema e Televisão, respetivamente, com os prémios Cecil B. DeMille e Carol Burnett.

A passadeira Vermelha é um dos momentos mais aguardados da noite e, em 2020, o glamour de Hollywood, a sofisticação e a sensualidade invadiram as escolhas dos convidados. Nesta passadeira vermelha houve espaço para vestidos volumosos e imponentes, assim como tons pastel de Kristen Dunst e Elle Fanning ao tradicional vermelho (Olivia Colman, Nicole Kidman, Scarlet Johansson), sem esquecer os padrões de Laura Dern e Taylor Swift, as bolas de Zoë Kravitz, o laço de Jennifer Lopez e o coordenado galáctico de Lucy Boynton, nos deslumbramentos a que todas as passadeiras vermelhas dos Golden Globe Awards já no habituaram e, que esta, de 2020, seguiu a tradição..

Quando ao ambiente geral dos Golden Globes, tal como já sabemos, é uma cerimónia com um brilho esfusiante que não pode ser esquecido e Jennifer Aniston, Nicole Kidman e Charlize Theron fizeram questão de inclui-lo. 

 

POR Theresa Bêco de Lobo

Enviada especial há vários anos da Revista MODA & MODA - Portugal

Entrega de Prémios

After Party Media

After Party Media