Missa de Finados I A Nossa Proposta

Acreditamos que não seja novidade para ninguém que a uma Missa de Finados não se vai vestida de vermelho, nem de tons garridos, já que se trata de uma homenagem a todos quantos já faleceram das nossas famílias, amigos conhecidos e desconhecidos.

Esta celebração do mundo católico merece respeito e, em especial nesta época em que Portugal está de luto pelos mais de cem mortos nos incêndios que deflagraram pelo país, fazendo-nos sentir o dever especial de alertar os nossos leitores para o rigor a que o luto sempre obrigou.

É evidente que não estamos em Inglaterra e que a Rainha Vitória já não rege os Cânones da moda europeia, mas há um respeito que importa manter. Em nome desse mesmo respeito e em memória dos que perderam as suas vidas de uma forma inesperada e tão cruel, decidimos dar este espaço à moda para o Dia de Finados, na esperança de estarmos a ensinar algum preceito que no nosso Portugal de raíz católica, começa a ser esquecido.

Não é nossa intenção que alguém vá comprar os modelos que sugerimos. Eles só estão neste espaço para exemplificar os preceitos que se devem respeitar.

Para isso, repescamos as modas de Balmain e Dior (França); Carolina Herrera e Óscar de la Renta (E.U.A.); e ainda de Ulyana Seergenko (Rússia).

Nós iremos à Missa, como toda a vida o fizemos, mas acrescentaremos nas nossas orações uma intenção especial por todos os que partiram nos recentes incêndios, semeando a dor entre as suas famílias e em toda a população portuguesa.

Que Deus a todos tenham recebido nos seus braços.

 

Marionela Gusmão

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon