Nossa Senhora da Conceição

Padroeira de Portugal

Já escrevi sobre a Padroeira de Portugal e volto a fazê-lo, com o fervor de uma católica, apostólica, romana que viu, desde que começou a ter entendimento do mundo, a Nossa Senhora da Conceição como se de sua mãe se tratasse.

Quando entrei na igreja onde fui aprender catequese os meus olhos iam directos para a doçura que emanava de uma imagem assente sobre uma lua em crescente, rodeada de anjos nas mais diversas posições e de uma serpente enrolada na base: a Nossa Senhora da Conceição.

No dia 8 de Dezembro de cada ano, dia de Nossa Senhora da Conceição, festejava-se o Dia da Mãe. Eu tinha mãe, mas como ela até vivia noutro país, transferi os meus afectos filiais para a minha avó com quem cresci sob valores morais que sempre respeitei. Todos os anos oferecia-lhe uma prenda feita por mim e outra com algumas das economias que guardava num mealheiro, com a forma de um marco de correio, o qual ainda conservo com afecto.

À medida que fui crescendo, estudando, comecei a amar mais e mais a Nossa Senhora da Conceição, a tal ponto que tenho uma imagem sua no meu quarto de dormir, outra na sala e outra no meu oratório (menos importante do que a da minha adorada tia Teresa com quem aprendi a rezar).

Sempre ouvi dizer que a Nossa Senhora da Conceição era a padroeira de Portugal e, outras vezes, que Portugal é terra de Santa Maria. Ainda bem e oxalá que Ela consiga tocar no coração dos descrentes para que entendam os valores nos quais assenta a nossa História.

No estandarte que D. Nuno Álvares Pereira levou para a Batalha de Aljubarrota lá estava a Nossa Senhora da Conceição. E que milagre tão grande foi aquela batalha!

D. João I, punha nas portas da capital a inscrição louvando a Virgem e mandou erigir o Convento da Batalha em sua honra.

D. Nuno Álvares Pereira, o grande vencedor da batalha de Aljubarrota e mandou erguer o convento do Carmo que dedicou à Virgem Maria…

Contudo, não foram estas grandes duas grandes figuras da nossa História que declararam, solenemente, Nossa Senhora da Conceição como a padroeira de Portugal. Quem o fez foi el-rei D. João IV nas cortes, celebradas em Lisboa, no ano de 1646, prometendo-lhe em seu nome, e dos seus sucessores, o tributo anual de 50 cruzados de ouro.

Pelas minhas contas, desde 1910 até hoje, a dívida já está em muitos milhares de cruzados de ouro.

Ordenou então, o mesmo soberano, que os estudantes na Universidade de Coimbra, antes de tomarem algum grau, jurassem defender a Imaculada Conceição.

Contudo, não foi D. João IV o primeiro monarca português a colocar o reino sob a protecção da Virgem Maria, apenas tornou permanente uma devoção, a que os nossos reis se acolheram, algumas vezes, em momentos difíceis da nação.

O Santuário de Nossa Senhora da Conceição, em Vila Viçosa, é conhecido por Solar da Padroeira, já que é nele que se encontra a imagem de Nossa Senhora da Conceição que se venera com o espírito atrás citado.

A igreja, que é simultaneamente Matriz de Vila Viçosa, fica situada dentro dos muros medievais, desconhecendo-se a data exacta da sua fundação. O templo actual, amplo, com três naves, resulta de uma reforma levada a cabo no tempo de D. Sebastião e é predominantemente em mármore, já que Vila Viçosa é uma zona onde abunda essa matéria-prima.

Diz-se que a imagem da padroeira veio de Inglaterra e terá sido oferecida por D. Nuno Álvares Pereira, mas desconhece-se documentação que dê suporte a esta referência. Tratando-se de uma imagem em pedra de Ançã e havendo nessa região tão bons escultores que realizaram maravilhosas obras para Coimbra, para que ia D. Nuno carregar com uma imagem de Inglaterra, se na região de Cantanhede há tão grande quantidade de pedra boa?

A notável imagem está coberta por vestuário, normalmente oferecido pelas rainhas que chegavam a desfazer os seus vestidos de casamento para manter Nossa Senhora da Conceição com vestimentas de excelente qualidade.

Mas, as benesses à Imaculada Conceição não ficaram por aqui, já que o rei D. João VI, em 6 de Fevereiro de 1818, ao ser aclamado Soberano do Reino Unido de Portugal, Brasil e Algarves ordenou que o Santuário fosse cabeça da nova Ordem Militar de Nossa Senhora da Conceição de Vila Viçosa, agradecendo à Padroeira a resistência nacional às invasões francesas. A sua regulamentação foi publicada em 10 de Setembro de 1819. Ou seja, a publicação tardou mais

 de um ano.

 Aquilo, no tempo de João VI, é que era despachar depressa… É evidente que sendo casado com Carlota Joaquina, uma acérrima defensora da Maçonaria, o pobre rei terá tido grandes debates com tão “preciosa” senhora que, é bem de crer, lhe fazia oposição.

Hoje, a não ser os que se interessam por condecorações e medalhística, ou que não viveram em casas onde existiam insígnias, pouco sabem que D. João VI tomou para si, e para os que o sucedessem no trono, o título de Grão-Mestre, em igualdade de condições com as outras ordens militares. Na realidade, esta Ordem apesar do cunho religioso era, também, militar.

Em reconhecimento e devoção à Padroeira do Reino, todas as pessoas da Família Real receberam a categoria de Grã-Cruzes efectivos. As grã-cruzes honorárias eram conferidas a pessoas que tivessem título de nobreza; as comendas, aos que tivessem filiação de fidalgo na Casa Real; e as insígnias de Cavaleiro, aos nobres e empregados que prestassem serviços ou merecessem a real contemplação do Rei.

A Ordem de Nossa Senhora da Conceição é uma placa irradiada sobre a qual estão apostas nove pequenas estrelas brancas e, encimada por coroa real e uma estrela branca de nove pontas. Ao centro, fica um medalhão redondo com as letras A e M entrelaçadas, em relevo, circundado por orla azul-ferrete com a legenda “Padroeira do Reino”. A placa pendura-se numa banda azul-clara, com orla branca.

Graus: Cavaleiro, comendador e grã-cruz.

O dogma da Imaculada Conceição foi definido pelo Papa Pio IX em 8 de Dezembro de 1854, pela “Bula Ineffabilis”. A instituição da ordem militar de Nossa Senhora da Conceição por D. João VI sintetiza o culto que em Portugal sempre teve essa crença antes de ser dogma.

Em 8 de Dezembro de 1904 lançou-se, em Lisboa, solenemente, a primeira pedra para um monumento comemorativo do cinquentenário da definição do dogma. Ao acto assistiram a família real, o Cardeal Patriarca e autoridades. Também estiveram representadas muitas irmandades de Nossa Senhora da Conceição, de Lisboa e do país, sendo a mais antiga a da actual freguesia dos Anjos, que foi instituída em 1589.

Dessa primeira pedra, pessoalmente, desconheço o rasto, pois nesse ano assassinaram o rei D. Carlos e o seu filho e em 5 de Outubro de 1910 implantaram a República que destruiu muitas igrejas e a outras deu destinos impróprios de gente civilizada. Passaram alguns anos até haver respeito, mas muitos templos de grande valor histórico e artístico perderam-se para sempre. Em Lisboa, dou como exemplo o templo anexo à sede do Banco de Portugal, cujo espaço foi há pouco sujeito a obras e o que lá está será tudo menos uma igreja. Respeitaram a fachada. Obrigada!

Em Tavira, foi uma catástrofe, pois até transformaram uma igreja em Matadouro Municipal, depois de a terem saqueado, como é óbvio. E nessa cidade bastante me incomodou o que se estava a passar na igreja que fica no Largo do Cano, próximo dos Bombeiros, pois servia de canil de cães abandonados, os quais se alimentavam muitas vezes dos ossos das freiras que para ali foram transportados em sacas cuja origem foi o cemitério do edifício que hoje, pomposamente é uma Pousada que me aguçou a curiosidade, mas que não respeita a cozinha da cidade e que apresenta as paredes com muito salitre. Tavira foi uma grande cidade, mas os seus monumentos, que são muitos, degradam-se ano após ano.

Sua Santidade o Papa João Paulo II visitou o Santuário da Padroeira de Portugal, durante a sua primeira visita ao nosso país, no dia 14 de Maio de 1982.

Actualmente, em todos os dias 8 de Dezembro há uma grande peregrinação anual ao santuário de Vila Viçosa, onde participam as antigas Confrarias de Nossa Senhora de Vila Viçosa e dos Escravos de Nossa Senhora da Conceição, assim como o Sr. D. Duarte de Bragança e sua família.

Aqui fica a notícia. Os que têm fé não devem faltar. Pela minha parte, tudo farei para ir, por três razões muito fortes: a primeira, um grande amor a Portugal; a segunda, porque é um momento de encontro com o ramo dos meus familiares Pérez de Guzmán, que ali se deslocam anonimamente; a terceira, nunca perdi a fé nem a devoção pela MÃE de todos os portugueses - a Nossa Senhora da Conceição.

Os tempos foram mudando de mal para pior e o Dia consagrado às mães, entrou na cópia do que se faz noutros países, porque aqui as modas têm que ser importadas, especialmente dos E.U.A., que são os pais de todos os arraiais como o Halloween, o Dia de S. Valentim, o Dia da Mãe, que as montras das lojas apelam em datas variáveis, no mês de Maio. Como se toda esta loucura não bastasse agora surgiu o “Black Friday”. Que mais surgirá?

Quanto ao Dia Mãe, conheço muitos filhos que se guiam pelo Dia de Nossa Senhora da Conceição e deixam o Mês de Maio para o mês de Maria.

Para esses, deixo algumas sugestões de compras. As mães agradecem e o nosso coração também fica feliz. Para mim que já não tenho a minha mãe, pois faleceu com 96 anos de idade, nem a minha avó, a mãe que me criou, nem a minha 2ª. mãe, a Baronesa de Resende, já marquei três missas para cada uma delas.

Vivam as Mães que estão, nesta terra de Santa Maria, junto dos seus filhos e Oremos pelas mães que estão junto de Nossa Senhora da Conceição.

                                                                                Marionela Gusmão

DIA DA MÃE PERFUMANTES

Acqua di Parma
100º aniversário acqua di parma
Lady Emblem / MontBlanc
My Burberry
Hermès
Galop d'Hermès
Chloé
Acqua di Parma
Eau du Soir / Sisley
Mugler / Woodissime
Mostrar Mais

DIA DA MÃE  ACESSÓRIOS

DIA DA MÃE ACESSÓRIOS

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon