(Ceppas) José Luís Teixeira I Guardador de Luz

man on the moon

stop violence

O pintor concebeu dois quadros, agora expostos na Galeria de Santa Catarina, em Lisboa, inspirados em grandes acontecimentos do nosso tempo. Seduzido por eles, a chegado do homem à lua e a violência actual, recriou-os em temperas e pasteis. O resultado, torna-se surpreendente.

Especialmente sensibilizado pelo avanço tecnológico, e profundamente chocado pela violência dos nossos dias, o pintor passou-os para temperas pujantes de cores e sentimentos, obras sínteses de abstraccionismo e realismo, possuindo uma função social e ética fora do comum.  

José Luís Teixeira, nome com o qual assina as suas obras de fotografia e Ceppas nas artes plásticas (pintura e escultura) conhece um período de grande pujança criativa. Os seus quadros, onde mistura de maneira singular temas, elementos, materiais, combinações, atingem uma linguagem pictórica que deslumbra e surpreende.

O autor revela-nos trabalhos deveras singulares. Cada um é um desfio de criatividade e emoção, produzido no silencio do seu atelier, num jogo muito intenso.

Em quatro décadas de carreira, José Luís Teixeira realizou milhares de criações, sobretudo nas áreas da pintura, escultura, fotografia e design - especialidade em que se tornou um nome incontornável. Dizem os mais íntimos que “ ele é a personificação da qualidade humana”, sublinhando tratar-se de um “homem de muito mundo, sobretudo a nível do sonho, da esperança, da utopia. Só sabe viver dentro daquilo que pensa e acredita”.

 

António Brás

(crítico de arte e jornalista)