Há cores tristes, melancólicas e pouco intensas. O amarelo é precisamente o contrário ! Surge vibrante, violento, como um metal em fusão, ou seja , a mais quente, a mais expansiva, a mais ardente das cores. Surge como uma rajada de alegria e generosidade. Fala alto e ri. Resplandece nos campos de girassóis, aquelas plantas, cujas flores se voltam para o Sol deslumbrando os automobilistas que as têm por companhia em alguns quilómetros das nossas estradas e também nas da vizinha Espanha. As mesmas flores que deslumbraram Van Gogh, o pintor que as imortalizou numa das suas obras.

Onde terá nascido  o amarelo? Numa mina de topázios? Num mar onde tenha escorrido o âmbar amarelo depois de percorrer durante séculos a casca das árvores? Ou representará o amarelo pedaços de sol que tenham tombado de noite sobre a terra? Ou ao som dos “blues” do Cão Amarelo?

O amarelo é uma cor com um casamento prolongado com o Verão. Não há divórcio  que entre esta cor e a estação do ano mais apetecível para todos.

Antigamente, os homens mais brejeiros quando viam uma mulher vestida de amarelo. perguntavam-lhe: “Pediu licença ao diabo? E havia ainda quem murmurasse: “Se não houvesse mau gosto o que seria do amarelo!”?

Enquanto no Ocidente havia uma má vontade contra esta cor, na Ásia gozava do maior respeito e até constituía a cor privilégio da realeza e do poder espiritual.

Acreditamos que o “Submarino Amarelo” dos Beatles e o o filme “Rolls-Royce” Amarelo com Shirley McLaine e Alain Delon tenham sido a força motriz que elevou o estatuto desta cor ao ponto de ser vedeta repetida na moda do vestuário há décadas e décadas.

Entre a Coreia, a China e a Manchúria, esta cor possui o seu nome no “Mapa-Múndi”, pois é aí que se situa o Mar Amarelo cuja designação lhe veio das águas verdadeiramente amarelas da foz do rio Huang-ho.

Já em tempos escrevemos na Moda & Moda que se o amarelo fosse som, seria o de uma campainha e que a sua cor marca presença na grande maioria dos perfumantes.

Este ano, no verão de 2019, o amarelo está presente no vestuário do  “casual” ao mais sofisticado. Amarelo, de manhã, à tarde e à noite, para eles, elas e as crianças.

Viva a Cor do Sol!

Catarina Bacelar

Amarelo I Viva a cor do Sol ! Viva!

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon