TEFAF Maastricht 2019 renovada

Juntando a todos os predicados onde, sem favor, lhe damos nota 20, Alexandra é a mãe que todas as crianças gostavam e deviam ter, sempre atenta aos cuidados com o filho, apesar de viver inteiramente absorvida com a sua profissão, actualizando-se a cada instante, procurando conhecer a fundo o “métier” de joalheira, com a particularidade de procurar as melhores marcas do mercado mundial.

Alexandra Matias, licenciada em Engenharia Informática, área que desenvolveu através do trabalho que realizou para empresas, fez um Mestrado de Gestão, na Universidade Católica, o que lhe permitiu explorar as tecnologias de informação para chegar mais longe. E já chegou ao dar novo rumo à sua vida. Fez um Curso de Gemologia onde conheceu a fundo a extraordinária beleza das gemas e do mundo que as envolve. 

Entretanto, também se dedicou aos metais nobres e fez exame na Casa da Moeda para ser perita oficial, de modo a poder, legalmente, comprar e vender ouro e pratas.

Depois, abriu a loja D´ALMA – as duas primeiras letras de Alexandra e Matias – (AL+MA), onde com a loja da Rua Castilho, em Lisboa, uma via onde passa a clientela com a qual lhe é mais fácil um excelente relacionamento, passou agora a designar a sua marca com o nome de ALEXANDRA MATIAS JEWELERY. Na realidade a Alma de Alexandra está em todo o trabalho de excelência que tem desenvolvido.

De salientar, que após concluir o curso de gemologia, adquiriu os equipamentos necessários para montar o seu laboratório e, por isso, não compra nem vende nenhuma pedra que não seja por si analisada. 

Recentemente, depois de ter percorrido os melhores e maiores centros onde se negoceiam jóias, tais como Paris, Londres, Miami, Hong-Kong, Las Vegas, entre outras grandes cidades onde realizam feiras exclusivas para comerciantes, Alexandra dispõe de mais de um “designer” que trabalha exclusivamente para si.

TEFAF Maastricht 2019 renovada

 

A 32ª edição da TEFAF Maastricht, principal feira de arte, antiguidades e design do mundo, ocorreu este ano entre 16 e 24 de Março, com o “Early Acces Day” dia 14 de Março e o “Preview Day” no dia 15 do mesmo mês. Estiveram presentes 279 comerciantes provenientes de 20 países, entre os quais Portugal, tendo sido renovada com 38 novos expositores. Destes 38, um deles é a AR-PAB. 

 

A TEFAF integra diversas áreas, num mesmo espaço permitindo a quem a visita, uma experiência única no mundo da arte, incluindo antiguidades, arte moderna e contemporânea, fotografia, jóias e arte tribal. A TEFAF Modern foi a área que registou um maior crescimento com a entrada de 13 galerias destacando-se a Galerie   Gmurzynska (USA), Simon Lee Gallery (UK), Pace Gallery (USA), Almine Rech (Bélgica) e Spruth Magers (UK). 

 

A TEFAF Maastricht 2019 foi um sucesso em número de visitantes tendo atingido cerca de 70.000 o que se reflectiu num elevado valor de vendas realizadas, logo a partir do primeiro dia, tanto a clientes privados como institucionais provenientes de todo o mundo. 

 

Uma das grandes vendas ocorreu no início da TEFAF no expositor Dickinson. O óleo sobre tela “Femme nue couchée” do pintor francês Pierre-Auguste Renoir (1841-1919), foi vendido a um colecionador particular. Esta obra de Renoir, que retrata Gabrielle, constituía a principal peça à venda no expositor Dickinson. 

 

Este ano, a TEFAF assinalou o 350º aniversário da morte de Rembrandt (1606-1669), um dos mais conhecidos artistas Holandeses. As obras primas de Rembrandt sempre estiveram presentes na TEFAF, tendo o primeiro quadro sido exposto em por 1996, por Otto Naumann. 

 

No dia 15 de março, foi lançado no TEFAF Art Symposium, o Relatório de Arte subordinado ao tema  “Chinese Art Market” cujo autor é o professor Kejia Wu. O relatório digital já está disponível online no TEFAF.com.

 

A área de joalharia, que nos é particularmente grata, expôs peças absolutamente magníficas. Tudo o que é raro de encontrar no mundo, aparece reunido no mesmo espaço da TEFAF como se de peças normais se tratassem.  Obras de joalheiros como JAR, Tiffany & Co, Castellani, Cartier, René Boivin, Suzanne Belperron, entre outros fazem-nos vibrar por se tratarem de verdadeiras “master pieces” únicas no mundo.

 

A Van Cleef & Arpels esteve representada com um stand próprio, deslumbrando todos os clientes que habitualmente entram no seu “templo” da Place Vêndome, em Paris, e outros que têm paixão por jóias de grande criatividade e valia.

 

Destaque especial para o “sautoir” de JAR (Joel Arthur Rosenthal), o qual conta com pérolas naturais, esmeraldas colombianas e o maior diamante do mundo, “fancy” amarelo com talhe “cushion” (114,63 carats). Proveniente da coleção da Condessa Rosario Zouboff, adquirido na Christie’s Londres, em 1962. 

A Condessa Rosario Zouboff (1892-1984) nasceu na Argentina. Casou pela primeira vez com o Conde Arrivabene (embaixador de Itália no Irão) em 1914, tendo voltado a casar em 1922 com o Conde Serge Platonovitch Zoubov.

 

Portugal esteve muito bem representado, na seção de antiguidades desta edição da TEFAF, através das presenças de AR-PAB / Álvaro Roquete-Pedro Aguiar Branco, Jorge Welsh Works of Art e Luís Alegria Lda, estes últimos já repetentes.

 

Na AR-PAB perdemo-nos à conversa com Álvaro Roquete e Pedro Aguiar Branco que nos apresentaram as magníficas obras de arte expostas provenientes sobretudo da Índia, Ceilão, China, Brasil, Benim ou Serra Leoa, para além de peças do nosso Continente dos séculos XVI e XVII. É com muito orgulho que têm na sua lista como clientes os principais colecionadores particulares e museus portugueses, franceses, japoneses, espanhóis, brasileiros, americanos e dinamarqueses.

 

A arte Indo-portuguesa esteve bem presente na AR-PAB em TEFAF,  tanto a nível de mobiliário como na imaginária de marfim fabricada sobretudo em Goa, Tane, Chaúl, Basseim, Damão, Diu e Cochim. A arte Luso-Mogol fez-se representar através de contadores, mesas e outras peças feitas em madeiras exóticas revestidas a marfim e madrepérola. Da Costa do Marfim, Serra Leoa e Benim vieram magníficas peças em marfim feitas, com uma técnica local, para exportação para o nosso país. A Arte Cíngalo-portuguesa esteve representada por cofres em marfim com montagens de prata, além de  contadores e oratórios.

 

A próxima feira da TEFAF irá realizar-se em Nova Iorque, no Park Avenue Armory, de 3 a 7 de Maio de 2019, tendo o “Early Access Day” a 2 de Maio. 

 

A próxima edição da TEFAF Maastricht 2020 irá ocorrer de 14 a 22 de Março de 2020, o “Early Access Day” será a 12 de Março e o “Preview Day” será a 13 do mesmo mês.

 

A Moda & Moda esteve presente na TEFAF Maastricht e regozija-se de poder destapar uma ponta do véu das maravilhas que lá descobrimos sabendo com isto que os nossos leitores mais atentos vão entender esta nossa chamada de atenção. Esta feira é uma lição de história de arte.

 

 

 

Alexandra Matias (enviada especial da Moda & Moda)

  

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon