Caça  I  400 Anos de Bibliografia Portuguesa

Para muitos, caçar continua a ser, foi-o sempre, aliás, uma paixão incontida, como nos revela o livro “Caça, 400 Anos de Bibliografia Portuguesa”, da autoria de Nuno Sebastião, recentemente editado pela Scribe.

O seu autor juntou ao longo de duas décadas uma preciosa biblioteca - constituída por 567 monografias, 66 periódicos e 9 volumes de leis, decretos e alvarás.  

O acervo, que abrange um vasto período cronológico, de 1616 a 2018, tem praticamente todas as obras impressas entre nós sobre o tema, com excepção de 6 títulos que se preservam na Biblioteca Nacional e no Arquivo da Casa Cadaval, em Muge.

A completá-lo destaca-se, ainda, um conjunto  de gravuras, desenhos e aguarelas sobre caça, desde o naturalismo de D. Fernando II, passando por Raquel Roque Gameiro, Manuel Lapa, Álvaro Duarte de Almeida, João Agusto Silva, Francisco Charneca, terminando com o abstracionismo de Carlos Carneiro.

A obra resulta num magnífico volume, com atraentes fotos e design gráfico de José Luís Teixeira, colaborador da imagem gráfica desta revista e, posteriormente director de arte, cargo que detém há mais de 30 anos.

O catálogo tem uma introdução  excelente de Nuno Sebastião que nos permite acompanhar a constante evolução das vertentes bibliográficas, literárias, históricas, venatórias e etnográficas da actividade cinegética.

“É uma obra de uma riqueza cultural ímpar, independentemente de quem a consulte ser ou não caçador”, escreve no prefácio  Diogo Trigueiros de Aragão.

A.B.

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon