Blusas, Sempre na moda

As blusas, que a grande maioria das leitoras imagina que sempre estiveram na Moda, vivem enganadas. As blusas (do francês “blouse”), uma peça de vestuário feminino de criança, jovem e adulta, também se estendem à moda masculina, recebendo então, o nome de camisa.

 

A moda das blusas, numa história muito aprofundada, leva-nos a séculos recuados. Porém, a blusa tal como a conhecemos hoje é uma peça de vestuário feminino que se pode datar, sem receios, de 1890, muito em voga entre as elegantes que praticavam ténis, tal como a família Vianna no Estoril, de que temos fotografias no Parque Vianna. Tem, portanto, mais de um século.

Até 1890, as blusas formavam conjunto com saias rodadas, de que são excelentes exemplos os trajes populares algarvios, que muito bem conhecemos.

 

No dealbar do séc. XX, entre as décadas de 1900 e 1910, as blusas passaram a ser executadas com grandes semelhanças à roupa interior do séc. XIX, isto é com rendas metidas, nervuras e bordados, além da blusa denominada “Gibson Girl” com plissados que se tornaram muito ambicionadas pelas mulheres elegantes que as usavam em horas festivas, tanto de dia como de noite.

 

A evolução das blusas acompanha a par e passo a linha “S” de 1907, o conjunto de duas peças com as blusas de gola alta e um “jabot” pregueado, os “tailleurs” dos Anos 20 onde a blusa é valorizada com uma gravata, nos Anos 30 a complementar o “tailleur” e, desde então atravessaram as várias décadas até entrarem triunfantes nos Anos 60, 70, 80, 90 e séc. XXI como os modelos que apresentamos.

 

Curiosidade

A forma de abotoar as blusas é do lado oposto às camisas dos homens. Ou seja, a casa fica do lado esquerdo e o botão é cosido do lado direito. Sobre esta curiosidade existem múltiplas teorias, sendo que existe uma, muito provável, que esta tradição nasceu na Idade Média, época em que a moda de exibir a abundância era usar roupa com muitos botões. As aias que tinham a seu cargo abotoar os vestidos das senhoras, cansadas de os abotoar ao contrário, começaram a mudar a colocação dos botões.

 

A verdade é que as camisas masculinas têm os botões cosidos do lado oposto às blusas tal como qualquer peça de roupa feminina.

 

Blusas camiseiros, de renda, de seda, de tecidos transparentes e opacos, de piqué, organza, tafetá; blusas sem gola, com golas armadas, com gola e bandas; blusas de mangas compridas, curtas, em balão, pelo cotovelo ou até ao punho; são um complemento do vestuário indispensável no guarda-roupa feminino.

 

Marionela Gusmão

FESTIVOS

Dia da Mãe

Natal

Páscoa

Dia do Pai

Santo António

ARTE

Exposições

Museus

Colecções

História

Notícias

MODA

Alta Costura

Prêt a Porter

Tendências

Acessórios

Notícias

BELEZA

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

NOTÍCIAS

Perfumes

Tratamento

Novidades

Looks

Cabelos

  • Instagram ícone social
  • Twitter Social Icon
  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Pinterest Social Icon